Cypher Sello #6

Zarastruta

Compositor: Não Disponível

Relaxa baby e bebe bom pensei tava com febre
Reveillon destrói a vida e liga ambev
Embebedado eu tava bem de boa
Balneário sem garoa nos trouxemos chuva essas mina molhada pede
Meu flow breaco tortão pra esquerda pique rogerin
Ela ta no quarto deita pra direita encosta em mim
Nos dois se completa tipo fusão sayajin
Já fui goku hoje to mais pra majin boo fofin
A vida mó piada meu flow debochado
Com essa cara bem lavada 4 ano meu chegado
Se for pra esquentar a cabeça eu não tava mais dredado
Tinha rapado meu cabelo e trabalhava pro estado
Botava um terno bem chique pai
Parava com meus rap e essa vida bye
Mas ainda to aqui, canela fina do muay thai
Então bora pro ringue hoje nos não sai

É largadinho na praia brava, meu escritório é na praia
Então não se embaça e passa pra geral fazer fumaça
Zarastruta na quebrada chyper sello nos emplaca
De dose em dose é que nos chapa
Mas não chapa tanto ao ponto de perder o foco
Mas por favor pode encher só mais um pouco o meu copo
De gastação e jet life a bc loca nos invade
Liguei na sello chama a mokados pra esse chyper
Desce outra dose jão poe zarastruta o pai ta chato
Com os kit mais pesado sellado com a mokados
Sello supply é os envolvido fechamento brabo
É sc e bh sem fronteira conectado

Conectado nessa cypher mc's samurais ao ataque
Causa piripac insurrecto manbí, versos anunaki
Lengua de sable I mira um hijo, culto de mestres
Na seremonia araquiri lírico na deixa não dejo falha
Orgulho de la raza, rima ancestral a nossa espada
Esmaga toda praga q propaga
A nossa união, saga que continua o ritual
Corrente do pensamento oriental
Incluindo zen budismo, agacure o livro do samurai
Era não entanto um código de regras não escritas
Até q em 1710 agacure o livro do samurai

Esse é o cypher sello 6 truta
Da um check que ta bonito se não gostar
Reclama la com o thiago e não comigo (hahaha)
Ainda estamos pé, essa é só pra quem acreditou
Mais pesados do que nunca, um salve pra quem fechou
É só os malaria la das área, incomodando os zé povin
Essa é pras gata, que arrasa quando passa de shortin
De shot em shot, chapa o coco e nós respeita
Pois malandro que é malandro sempre vai flagrar de todas malandragem
Não paga de pa, nem paga de pum
Só paga o que deve pros outros e já era
Se me espera la na frente não vou passa, vou atropela
To comendo quieto almoçando e jantando
E tem nego passando fome pagando de prato cheio
Mas nunca que passo sede e também nem fico de cara
Pois meu parça ta na função de descer com duas duas carreta
Minha meta hoje é subir, mas se não subir da nada
Pois o jet já ta feito e vamos pia de quebrada
Fale baixo onde tu pisa, a rua é quem te educa
Ta caducando, ta tolo, loco pra levar nuca, aqui é só tiro de bazuca
Respeita que aqui é brazuca
Mokados com as influência mas sigo bem zaras truta
Guenta bronca isso é o peso do brasa chapa
Já chapei to loco e to partindo pra outro copo
Segura a banca e já prepara o binóculos
Pois já to indo pra longe pra uma trip de negócio

Pé na estrada, um fone e um cometa
E a lembrança dela vestindo minha camiseta
Eu te mando um cartão postal junto com uma passagem
Com destino ao litoral e logo chega sua mensagem
Que quer me fazer massagem e que quer me assassinar
Que quer me jogar na cama, que é onde ela quer me matar
Eu mandei meu pombo correio e ele bate aí jaja
Tô de fui pra outra galáxia, espero te encontrar por lá
Deus e eu, num homem só
À procura de um lugar ou só um porque melhor
Deus e eu, num homem só
Me dá meu copo e já era, não é estar é ser melhor

Talvez seja minha sina, destruir obra prima
Por mero descuido, ando meio confuso
Outra letra que eu quase rasguei no começo
E o começo de tudo se baseia num som emitido do lá alto
Lá no morro bate justo quando passa
Ela também sabe que essa vida é curta
Amassei a rotina que veneno mata
Mas dependendo a dose desvendei a cura
Ousadia da vila, menó passei no interior
Sou baixada, num rasante de van
Cos moleque ligeiro e guerreiro de sampa
Imigrantes no talo pra testa o empenho
E a febre do meu guia, pego impulso pro salto
Que prova que existe no fim a magia
Matava aula de manhã, pra solta pipa na praia
De tarde aquele filme com a vizinha levo um vinho
A noite ela me arrastava pra laje olhando a lua
Madrugada sincera com ela nua
E eu nem to rico, desci pro sul
Dormi todo o caminho como portal pro outro mundo
Morando em sc vi que de santa não tem nada
Ascendo puxo, prendo e logo pago o que consumo
Mas índio quer de volta tudo que lhe foi tomado

Sou 09sg diretamente de sc
To dando uns corte flipado
Sou tipo um lorde um mago se liga o bonde tá brabo
Não tenta a sorte sai caro até a morte o legado
Quem deve fica ligado
Cypher sello six, trombando os manos nos drinks
Carro forte tipo brinks, o flow terror sou stephen king
Não importa os hit mas sim o estudo por trás de tudo
No escuro capa de veludo com estudo
Vencemos a guerra, paz é tudo nessa terra
Não enxergam a mentira tão se afundando nela
A minha palavra lírica sem mímica
Não culpe os haters pela falta de ética
Satisfação sg sello yeah rimando igual walking dead
O pesadelo do freddie, maluco cabra da peste
Em rumo ao prêmio e o cash, ilha da magia
O furacão a sísmica obra prima monalisa
Aqua fina se liga que as onças tão na mira
Meu bonde mira, sg meu time tá na mira

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital